Este site utiliza cookies que só se mantém até o utilizador sair do site; ao navegar aqui está a aceitar a utilização de cookies nessas condições.

Igreja do Carmo

fachada da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, do Convento das Freiras Carmelitas calçadas, Fev. 2009 - Foto de: Francisco Castelo/CMLagos

Edificado para uma comunidade de freiras carmelitas, o cenóbio foi fundado pelo padre Cristóvão Dias, em meados do século XVI, no local onde anteriormente existia a Ermida de Nossa Senhora da Conceição. Estudos arqueológicos revelaram vestígios da antiga ermida, demonstrando que a construção data do século XIII e que foi escavada na rocha. Assim, há 800 anos, este já era um local de culto. O antigo Convento de Nossa Senhora do Carmo, de traça maneirista, barroca, é um dos poucos edifícios que atestam a permanência de casas religiosas na cidade. De planta longitudinal com coberturas diferenciadas de duas águas (nave), cúpula com lanternim revestida a telha (capela-mor) e de três águas (sacristia), e torre sineira na prumada do coro-alto. Na capela-mor ainda existe uma janela gradeada onde as freiras assistiam ao culto. Possui retábulo do altar-mor e altares laterais em talha dourada. A sacristia apresenta lambrim de azulejo do séc. XVII. Pavimento da nave com lápides sepulcrais com datas de 1619 e 1621 das quais se destaca a do capitão e alcaide-mor d'Alvor e a de D. Manuel d'Alencastre, governador do Algarve.

Preferências de Linguagem

Tags Populares

Imagem aleatória

Ver mais Informação